A Agência de Turismo do Japão salienta que a nova medida de incentivo ao turismo é destinado aos residentes no território japonês.

photo credit: wuestenigel Shinjuku at Night via photopin (license)

Em comunicado, a Agência de Turismo do Japão alerta que a nova medida de incentivo ao turismo é uma campanha para recuperar a procura de turismo nacional e é destinada aos residentes no Japão. A nova medida “Go to Travel (enterprise)” (nome provisório) é relatada numa das imprensas nacionais e internacionais como fosse um incentivo ao turismo destinado aos visitantes estrangeiros, mas a Agência de Turismo do Japão informa que é falsa a notícia.

Esta medida tem como objectivo recuperar e incentivar o consumo e a mesma foi incluída no orçamento suplementar que foi aprovado pelo governo japonês. O valor atribuído para esta medida é de 1.7 bilhões de ienes (aproximadamente os 13,9 mil milhões de euros).

Dentro do orçamento acima indicado, a autoridade irá emitir um cupão de desconto aos residentes japoneses no valor equivalente à metade de produto turístico adquirido através de agentes de turismo.

A Agência de Turismo do Japão salienta ainda que esta medida visa incentivar o turismo nacional e não vai ser aplicada aos visitantes estrangeiros.

photo credit: hans-johnson JR West 700 Series_B6 via photopin (license)

Avaliação relativamente às medidas contra pandemia de Covid-19. Sondagem feita pelo jornal Yomiuri e Korea Daily.

photo credit: hans-johnson Tokyo Skytree_11 via photopin (license)

A última sondagem realizada pelo jornal japonês Yomiuri e jornal coreano Korea Daily, o governo japonês recebeu uma dura crítica quanto às medidas implementadas na prevenção e de estabilização económica perante a pandemia de COVID-19. O jornal japonês Yomiuri avança que os 53% dos japoneses não aprovam as medidas implementadas pelo governo japonês e os 43% dos japoneses aprovam as medidas. Os 67% dos japoneses não aprovam a liderança do primeiro-ministro japonês Abe no governo.

Por outro lado, os 86% dos sul-coreanos aprovam as medidas do governo coreano contra a pandemia de COVID-19 e a sua mais de metade de população, os 66% dos sul-coreanos aprovam a sua liderança no governo coreano.

A notícia publicada no jornal Yomiuri (online) no dia 8 de Junho de 2020.